domingo, 6 de abril de 2008

BOLSA SEM VALORES

O contraste desse desastre
É a arte da coveniência
Sobrevivência relacionada ao TER
Um passo para o possuir, angariar

O método do ganho é cruel e eficaz
Não existe valor nenhum na questão
Mas existem valores exorbitantes no jogo
Preços de alma e de sonhos prolongados

Nada faz sentido nesse pacote
Nem é permitido chorar em público
A locomotiva da riqueza avança desenfreada
Sem deixar marcas de esperança

Capitalismo cruel e selvagem
Que faz lavagem na alma e no bolço de pobres mortais
Sulgados até o último surpiro rentável
Uma bomba relógio prestes a explodir

Tornaram-se ferramentas da Bolsa
De valores invertidos e fatais
Onde o maior sentido é lucrar
Ainda que morram no final ...

Alex Possati ( Reflexões )

Nenhum comentário: