quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Em Plenitude


Começa na certeza de absorver felicidade nos gestos mais simples, é inspirar-se no amor que é incondicionalmente reciproco, coletar  a satisfação de viver no instante que não se dimensiona, apenas vive-se. Revolver-se em angustia e prazer de sentir toda magnitude de um ato de olhar e perceber quanta vida existe ali pra viver, traduz-se em alegria, amor e paz e estende ao passo que se vai e as horas e os minutos e os segundos se entrelaçam e aceleram sem que ser perceba que o dia passa intensamente e rapidamente por nós. Toda inspiração é fruto da reação de uma experiência que se tem diante do cenário que a vida permite encontrar, portanto é desenvolver todos os sentidos e traduzi-los da maneira que se entende, vivendo-o na sua integridade, cada um na sua individualidade, mas quando perpassa por nós é a metamorfose de ter tido o privilégio de codificar a fonte, seja no amor, seja na dor, seja na alegria, seja na tristeza, seja em qualquer sentimento, há de se haver um motivo para que se tenha a nobreza de reconhecer que fomos encontrados no outro, é a certeza de que valeu apena permitir-se viver em plenitude. 

Alex Possati ( reflexão )