sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Parabéns Waguinho , 30 ANOS e UERJ 2009









Pois é meu amigo, Waguinho está na UERJ... com muito orgulho de registrar esse momento para que fique na lembrança e sirva de exemplo para muitos que desistem no meio do caminho. Com força de vontade e determinação, nosso nobre amigo chega a universidade no auge dos seus 30 ANOS de vida que completa exatamente hoje, dia 30 de janeiro de 2009...comemore meu amigo, você merece... tenho orgulho de ser seu amigo e de fazer parte (ainda que um pouquinho) dessa sua conquista ! Parabéns pra você, pelo seu aniversário, pela sua aprovação na UERJ, e pela lição de vida que acaba de nos dar! Grande abraço nobre amigo, que o Senhor te abençoe e te guarde !
Uma pequena homenagem com as imagens de pessoas que certamente estarão celebrando essa vitória junto com você, a sua alegria é a nossa alegria ...

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

SEJA UM IDIOTA

Aproveitando pra dar uma sacudida nos assuntos e postar esse texto de Arnaldo Jabour que é muito legal...aproveitem e...
SEJA UM IDIOTA

Texto de Arnaldo Jabour

SEJA UM IDIOTA, idiotice é vital para a felicidade.Gente chata essa que quer ser séria, profunda e visceral sempre. Putz! A vida já é um caos, por que fazermos dela, ainda por cima, um tratado? Deixe a seriedade para as horas em que ela é inevitável: mortes, separações, dores e afins.No dia-a-dia, pelo amor de Deus, seja idiota! Ria dos próprios defeitos. E de quem acha defeitos em você. Ignore o que o boçal do seu chefe disse. Pense assim: quem tem que carregar aquela cara feia, todos os dias, inseparavelmente, é ele. Pobre dele.Milhares de casamentos acabaram-se não pela falta de amor, dinheiro, sexo, sincronia, mas pela ausência de idiotice. Trate seu amor como seu melhor amigo, e pronto.Quem disse que é bom dividirmos a vida com alguém que tem conselho pra tudo,soluções sensatas, mas não consegue rir quando tropeça?hahahahahahahahaha!...Alguém que sabe resolver uma crise familiar, mas não tem a menor idéia de como preencher as horas livres de um fim de semana? Quanto tempo faz que você não vai ao cinema?É bem comum gente que fica perdida quando se acabam os problemas. E daí,o que elas farão se já não têm por que se desesperar?Desaprenderam a brincar. Eu não quero alguém assim comigo. Você quer? Espero que não.Tudo que é mais difícil é mais gostoso, mas... a realidade já é dura; piora se for densa.Dura, densa, e bem ruim.Brincar é legal. Entendeu?Esqueça o que te falaram sobre ser adulto, tudo aquilo de não brincar com comida, não falar besteira, não ser imaturo, não chorar, não andar descalço,não tomar chuva.Pule corda!Adultos podem (e devem) contar piadas, passear no parque, rir alto e lamber a tampa do iogurte.Ser adulto não é perder os prazeres da vida - e esse é o único "não" realmente aceitável.Teste a teoria. Uma semaninha, para começar.Veja e sinta as coisas como se elas fossem o que realmente são:passageiras. Acorde de manhã e decida entre duas coisas: ficar de mau humor e transmitir isso adiante ou sorrir...Bom mesmo é ter problema na cabeça, sorriso na boca e paz no coração!Aliás, entregue os problemas nas mãos de Deus e que tal um cafezinho gostoso agora?A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso cante, chore,dance e viva intensamente antes que a cortina se feche!

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Cegos ouvem, surdos falam, mudos veem, e a vida continua...

Na tentativa de ser e se fazer entender sobre vários aspectos do nosso cotidiano, sempre nos depararemos com os confrontos, ou seja, sempre haverá o embate entre um e outro assunto, onde as convergências e divergências saltarão em defesa de nossas "verdades absolutas" e nossos princípios e convicções "inequívocas".
Tudo isso faz parte - assim penso eu - do processo de crescimento do ser humano, da adaptação ao desconhecido e do "sombrio" futuro que se projeta diante da jornada da vida. Se assim pensarmos, podemos concordar que essa jornada a qual me refiro, segue em direção a alguma coisa chamada "imprevisível", que na verdade pode ter vários sinônimos adaptados a esse termo. No que diz respeito ao futuro, todos podem (se assim quiserem) concordar, que ele de fato nos assusta.

Digo isso porque não é de hoje que nosso presente é de certa forma o reflexo do nosso passado, e a produção desenfreada e projetada no que há de vir, porém não posso negar que o passado nos é de muita valia, com base nas muitas conquistas que os nossos antepassados obtiveram com muito esforço e dedicação.

Nessa pequena análise, chego a uma conclusão que somos uma nova "torre de babel" da pós-modernidade, buscando um ponto de contato para sobrevivência desse novo mundo, cheio de labirintos, enigmas e muitas incertezas, onde os valores e conceitos são invertidos em uma alta velocidade, para onde estamos indo, como iremos chegar, vai depender d0 resultado de nossas escolhas...

"As coisas encobertas pertencem ao SENHOR nosso Deus, porém as reveladas nos pertencem a nós e a nossos filhos para sempre, para que cumpramos todas as palavras desta lei..." Deut. 29:29


PS.: "...porém, eu só quero ter o direito de não ter minhas palavras e idéias deturpadas" (já diria a nobre Amanda :) )

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Algumas Frases . . .

" Ter fé é assinar uma folha em branco e deixar que Deus nela escreva o que quiser."
(Santo Agostinho)

"Deus é alegria. Uma criança é alegria. Deus e uma criança têm isso em comum: ambos sabem que o universo é uma caixa de brinquedos. Deus vê o mundo com os olhos de uma criança.Está sempre à procura de companheiros para brincar."
( Rubem Alves)

"A fé é como o amor: não há nada que a force."
(Arthur Schopenhauer)

"Logo que descobri que existe Deus entendi que não podia mais fazer outra coisa a não ser viver por ele: minha vocação religiosa começa no exato momento em que despertou a minha fé." (Charles de Foucauld)

"Não há homem de valor que permita que lhe arranquem do peito a fé na imortalidade." (Goethe)

"Uma pequena fé levará tua alma ao céu; uma grande fé trará o céu para sua alma." (Charles Spurgeon)

Amor (O Maior Ponto de Convergência Entre os Homens)


Hoje, após uma pequena longa conversa com uma pessoa, tentei buscar um ponto de convergência em nossas idéias, no entando apesar de muitas indagações a respeito de fé, crença, Deus, religião, bíblia e todas as subjetividades que o assunto tras em sí, pude notar que existe realmente um ponto de contato imediato entre os seres humanos...o amor!

Partindo desse principio, o amor acaba sendo um referencial de sentimento único e eficaz para sarar, unir, aperfeiçoar, sarar...sim, isso digo com plena certeza, pois se o amor não tiver essa missão, não faria nenhum sentido. É o amor que lança fora todo medo, é o amor que é sofredor, benigno, compassivo, não busca o seus interesses... o amor atravessa preconceitos, transpassa convicções históricas, transfoma nações...

Podemos não concordar em absolutamente quase nada, mas de uma coisa tenho certeza, existe algo de "sobrenatural" no amor... seja ele Agape, Philéo ou Eros...

NEle, a vida acaba tendo mais sentido, mas razões..mais cores.. portanto , aconteça o que acontecer, seja exaltado o amor... a linguagem univesal e mais sóbria que o ser humano possa falar... tudo vai passar, mas o amor permanecerá para sempre!!!

O amor transcende aos argumentos e teorias da cultura, da filosofia e da religião ...

Louvado seja o Amor !


"quem tem entendimento, entenda..."




Uma do Veríssimo ....

QUEM SOU EU?

Nesta altura da vida já não sei mais quem sou... Vejam só que dilema!!! Na ficha da loja sou CLIENTE, no restaurante FREGUÊS, quando alugo uma casa INQUILINO, na condução PASSAGEIRO, nos correios REMETENTE, no supermercado CONSUMIDOR. Para a Receita Federal CONTRIBUINTE, se vendo algo importado CONTRABANDISTA. Se revendo algo, sou MUAMBEIRO, se o carnê tá com o prazo vencido INADIMPLENTE, se não pago imposto SONEGADOR. Para votar ELEITOR, mas em comícios MASSA , em viagens TURISTA , na rua caminhando PEDESTRE, se sou atropelado ACIDENTADO, no hospital PACIENTE. Nos jornais viro VÍTIMA, se compro um livro LEITOR, se ouço rádio OUVINTE. Para o Ibope ESPECTADOR, para apresentador de televisão TELESPECTADOR, no campo de futebol TORCEDOR. Se sou torço pra o Vitória, SOFREDOR. Agora, já virei GALERA. (se trabalho na ANATEL , sou COLABORADOR ) e, quando morrer... uns dirão... FINADO, outros ..... DEFUNTO, para outros ... EXTINTO, para o povão ... PRESUNTO. Em certos círculos espiritualistas serei ... DESENCARNADO, evangélicos dirão que fui ...ARREBATADO. E o pior de tudo é que para todo governante sou apenas um IMBECIL !!! E pensar que um dia já fui mais EU.
Luiz Fernando Veríssimo.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Sem Fé a vida fica muito pequena !


Fiz questão de publicar esse comentário do Cáio na integra, acredito valer muito a pena a reflexão, já que temos falado bastante sobre esse assunto, espero que você possa entendê-lo conforme o autor.

Abraço!

"Quem não crê em espírito, em eternidade consciente, em poderes invisíveis, no diabo, em anjos, em cuidados sutis e invisíveis, em milagres, em Principados e Potestades espirituais, em fantasmas-projeções do ódio em vida; em profecias bíblicas, e em todas as promessas não racionais da fé ou não factíveis dela — é como um ser “moderno” que diz que o homem nunca foi a Lua, que física quântica não existe, e que buracos negros são uma invenção de Físicos em laboratório.

Para este sobra o obvio!

O obvio, porém, é quase nada, posto que as grandes realidades da existência sejam invisíveis aos olhos!
Sinto muita compaixão dos cristãos que somente crêem no que não é preciso ter fé para crer!
Quem não discerne o mundo invisível jamais viverá com largueza e liberdade no mundo visível.
É isto que a Palavra ensina, e quem desejar viver de outro modo, terá tudo, menos a vida conforme a Promessa e o Entendimento segundo o Evangelho.
Então, não vendo o invisível, nada mais verá, pois, até o obvio se explica em essência naquilo que os olhos não alcançam.
Repetindo pela milionésima vez:
“Sem fé é impossível agradar a Deus!”
Você duvida?
Viva sem fé e veja se você agradará a Deus!
Nele, que apenas manda que Nele se creia,

Caio
16 de janeiro de 2009
Lago Norte
Brasília
DF

Refletindo sobre o "Óbvio" !

(O Rappa)
"Saia do ócio
Não caia no óbvio
Não quero ter um sócio
Eu quero um antídoto
pra viver melhor
Em nome da fé
acertar a si mesmo
como em transe
em busca de algo superior
Praticando a maldade
sem sentir
como se estivesse certo
Em busca
de um desafio
poderoso por um instante
Cai o mito
de quem está falando
Ignorância
e a ganância
se refugiam na dor
Natureza sofredora
Faca de dois gumes
Brasa espalhada
que vira pó..."


*****

(Caio)

"Quem não crê em espírito, em eternidade consciente, em poderes invisíveis, no diabo, em anjos, em cuidados sutis e invisíveis, em milagres, em Principados e Potestades espirituais, em fantasmas-projeções do ódio em vida; em profecias bíblicas, e em todas as promessas não racionais da fé ou não factíveis dela — é como um ser "moderno" que diz que o homem nunca foi a Lua, que física quântica não existe, e que buracos negros são uma invenção de Físicos em laboratório. Para este sobra o óbvio!"
*****
(Darcy Ribeiro)
"Nosso tema é o óbvio. Acho mesmo que os cientistas trabalham é com o óbvio. O negócio deles – nosso negócio – é lidar com o óbvio. Aparentemente, Deus é muito treteiro, faz as coisas de forma tão recôndita e disfarçada que se precisa desta categoria de gente – os cientistas – para ir tirando os véus, desvendando, a fim de revelar a obviedade do óbvio. O ruim deste procedimento é que parece um jogo sem fim. De fato, só conseguimos desmascarar uma obviedade para descobrir outras, mais óbvias ainda."
*****
(Eu)
O que não for óbvio pode ser tratado como fé, posto que o que se vê é óbvio, sendo oposto do que não se vê, isso é fé. Então vivemos pela fé, já que não podemos acrescentar nada ao futuro que inexiste, a não ser na nossa mente. Sendo assim, a vida consite nas obviedades do que já existe e nas subjetividades e especulações do que está por vir. Quando me refiro a fé, não é somente na crença de uma divindade salvífica, mas na sua forma mais hibrida de se expressar, neste caso falo da fé que emana da nossa existência, daí ter pleno conhecimento de que a fé de um ateu é acreditar que um dia as pessoas descubram que Deus não "existe". Da mesma fomra em que um xiita religioso tem suas convicções de que o mais ateu dos ateus, um dia se dobrará diante do "Deus"de sua religião.
Mas o que isso tem a ver como óbvio? bom, de fato não saberei explicar, talvez seja cedo para chegar a alguma conclusão, então fico com minhas crises existencias, com minha descrença na religião, com meus complexos de adulto, com minhas desconfianças no próximo, com minhas satisfações na simplicidade. É nesse fluxo que consigo entender que, é nesses momentos de crença e descrença que a FÉ se torna mais ágil, mas óbvia !
É isso !

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Eduardo Paes e o choque de "ordem" !

Não é de hoje que se sabe das "qualidades" magníficas e inovadoras que nossos políticos carregam na bagagem, e o nosso novo prefeito não fica pra trás, aliás digo que ele é bem esperto e sabe muito bem maquiar algumas realidades do nosso espaço urbano.


Eis que começamos o ano de 2009, portanto temos visto a bravura imponente de nosso "mais novo" prefeito sendo aplicada nas mazelas de nossa linda cidade Mara-vilhosa, é mendigo sendo recolhido (nas ruas), casas irregulares sendo demolidas (nas favelas), aprovação automática acabando (nas escolas)...

Amigos, vamos ficar de olho para não cairmos no engodo de achar tudo isso muito lindo, aliás par quem está chegando é sempre muito bom mostrar serviço, só que sabemos que não vivemos no mundo de alice, é preciso tirar o povo da rua e dar moradia digna, é preciso reconstruir novas casas para quem precisa, é preciso salários dignos para educação, é preciso resultado e seriedade naquilo que se compremetemos a fazer.

Desejamos um bom trabalho ao nosso novo prefeito, mas muito mais que isso, desejamos seriedade, honestidade, transparência e compromisso.

Todos de olho !

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Aos ateus graças a Deus

Não duvide da minha crença no Deus de Abraão, Isac e Jacó e eu não duvidarei da sua crença nas filosofias de Nietzsche, Kant ou Dawkins ... a diferença porém, estará na aplicabilidade dos conceitos, eu desfrutarei das mesmas filosofias que você crê, porem tú jamais terás o prazer de dizer com toda tua alma : "A minha alma engrandece ao Senhor e meu espírito se alegra em Deus" , a não ser que tenhas algum dia a grandeza e a coragem de admitir que dentro de ti existe uma alma faminta e desejosa em conhecer a DEUS, é uma pena que você isiste em confundir ELE com essa construção humana e equivocada que chamamos de RELIGIÃO.
Bom, aos inciantes que estão engatinhando nos princípios da filosofia (do outros) acabam em patinar nas suas elocubrações sobre as subjetividades que os tornam cada vez mais arrogantes, prepotentes, sarcásticos, soberbos, egocentricos, imperatívos e destemindos aventureiros do vale do conhecimento.
Aos "sábios" deste século fica a reflexão do sábio Salomão que serve como gabarito para essa geração que diz saber tudo, mas nada sabe.
*********
"Há alguma coisa de que se possa dizer: Vê, isto é novo? Já foi nos séculos passados, que foram antes de nós.
Já não há lembrança das coisas que precederam, e das coisas que hão de ser também delas não haverá lembrança, entre os que hão de vir depois.
Eu, o pregador, fui rei sobre Israel em Jerusalém.
E apliquei o meu coração a esquadrinhar, e a informar-me com sabedoria de tudo quanto sucede debaixo do céu; esta enfadonha ocupação deu Deus aos filhos dos homens, para nela os exercitar.
Atentei para todas as obras que se fazem debaixo do sol, e eis que tudo era vaidade e aflição de espírito.
Aquilo que é torto não se pode endireitar; aquilo que falta não se pode calcular.
Falei eu com o meu coração, dizendo: Eis que eu me engrandeci, e sobrepujei em sabedoria a todos os que houve antes de mim em Jerusalém; e o meu coração contemplou abundantemente a sabedoria e o conhecimento.
E apliquei o meu coração a conhecer a sabedoria e a conhecer os desvarios e as loucuras, e vim a saber que também isto era aflição de espírito.
Porque na muita sabedoria há muito enfado; e o que aumenta em conhecimento, aumenta em dor" Tudo é vaidade ...

Entulhos da Alma


Somos os construtores de nossos edifícios existencias, ou seja, somos responsáveis diretos por nossos comportamentos e aplicações de nossos conhecimentos ao nosso próprio caminho... conhecimento adquirido por influências internas e externas que transformam nossa existência em uma emaranhado de conflitos, e aí temos sempre uma história a ser contada. Uma jornada de conflitos e incertezas basedos em suposições e filosofias de filosofias de filosofias... portanto o que sabemos sobre nós mesmos é a incerteza do não saber exatemente ou precisamente se o que cremos de fato, de fato o é, a ai surge a tentativa frustrada de mentir para sí mesmo. Na dúvida nasce a satisfação de ser soberano sobre os outros seres "inferiores", não que isso seja alguma vantagem, na verdade para algumas pessoas poderia ser uma maravilhosa fulga ocupar o habitat de qualquer raça que não fosse a humana. Nessa evasão de sentidos é que surge nossas sombras e nossos temores, no caos existencial da reflexão sobre qualquer coisa, mas que sempre nos levará a pensar que se algum dia tivermos alguma razão sobre qualquer convicção, não passarará de mera casualidade do acaso que nos aflige sobre o fato de cada dia acordarmos com nossos entulhos na alma.