segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Meia Vida Inteira


Dentre tantas coisas que se pode dizer, apenas fico com a gratidão de até aqui ter vivido intensamente (com moderação rs) três décadas e meia. Não realizei todos os sonhos e nem sei se realizarei, mas não posso reclamar de nada. O que fica valendo é a memória de tudo que presenciei e vivi até essa "metade" da vida, no mais tudo será sempre correr atrás do vento, como diria o pensador... Sim, hoje eu acordo com a certeza de que Deus é bom, que vai valer a pena e que ainda há muito que caminhar, é desse jeito que sigo em frente e prossigo na direção das incertezas com a mesma certeza de antes, viver é bom! Obrigado Deus!