sábado, 13 de julho de 2013

ENORME E IMENSURÁVEL, GRAÇA

 
 
A conclusão que chego é que todos os monstros habitam dentro de nós, profanos, insanos, rebeldes, devassos, nós mesmos, caídos desde então por um reflexo adâmico que perpetua em nossa existência enquanto homens (humanos), quando acordados são capazes de rugir com gritos insaciáveis de fome, e neste contraponto que convive a razão, o equilíbrio, a sensatez, somado a coragem de se buscar dentro de si um poder imensurável, um grão, ( que não pode ser medido ) que os façam adormecer e render-se ao seu grande poder de neutralizar toda insanidade. Paulo sabia muito bem o que era com-viver com esses monstros, sua ousadia o fez emergir com um reconhecimento explicito de que nem sempre será possível vence-los, " o mal, esse faço "  e é nesse esgotamento espiritual e existencial que suplico pela mais imensurável de todas as grandezas, que não se pode explicar, mas que pode ser experimentada a qualquer instante, a Graça!
 
Alex Possati (reflexão)

Nenhum comentário: