quarta-feira, 3 de julho de 2013

DESONESTO



É desonesto todo sentimento quer procrastina a relação, que tarda em dizer tudo que tem pra dizer, é desonesto toda relação que não há cumplicidade, medida na força e no anseio de ser auto-suficientemente capaz de ludibriar, melhor seria não te-la feito juras. O ser em desconstrução é quase irrecuperável, seu estado é de queda na direção do próprio eu, entregue na sua esperteza, dotado da capacidade covarde de dissimulação, sem levar em conta o mal gerado no eu-outro que carrega dele a imagem do ontem, não mais como o é hoje, romper talvez não seja a melhor solução, mas seria uma anestesia para estancar a dor e a sensação de uma momentânea perda, que com o tempo poderá tornar-se ganho, só o tempo dirá.


Alex Possati (reflexão)

Nenhum comentário: