terça-feira, 10 de junho de 2014

ALGOZ TEMPO

Que não passa um dia sem deixar sua marca, nos detalhes, nos símbolos, na sonoridade impressa em quase tudo... todos os dias, sim, todos os dias na solidão cultivada pela insanidade, mas faz um favor e passa logo senhor tempo, apressa-te antes que eu surte lentamente, puderas ser ansiedade mas não é, é o algoz tempo com sua maldade, nessa poesia fora de tempo. [A.P]

Nenhum comentário: